Top 6 tendências de transformação digital para 2020

Todos os anos surgem conversas sobre tendências de transformação digital e como elas afetam as estratégias das empresas. Nos últimos anos, a tecnologia tem se aprimorado cada vez mais, e isso trouxe mais melhorias e insights, causando grandes mudanças no cenário digital. Conceitos como Big Data, Inteligência Artificial e muitos outros pipocaram, mas é preciso conhecê-los para saber exatamente como utilizá-los.

Para se manter à frente e atualizado com o mercado, é necessário conhecer as tecnologias e tendências para implementá-las em seu negócio, já que a previsão é que elas se expandam ainda mais nos próximos anos.

Somente com a implementação adequada será possível melhorar a performance, pois não basta aplicá-las de qualquer maneira. Por isso, separamos 6 tendências de transformação digital para 2020 e para os próximos anos. Continue a leitura e saiba quais são.

1. Inteligência Artificial e Machine Learning

A Inteligência Artificial é um assunto sempre comentado e que está mais em evidência por causa de fatores como algoritmos e Big Data. Nesse contexto, o Machine Learning aparece para aprimorar ainda mais os processos. Como o próprio nome já indica, ele consiste no aprendizado de máquinas, que aprendem sozinhas e conseguem gerir um volume grande de dados.

Elas são capazes de identificar padrões e criar conexões, o que permite tarefas de forma inteligente sem precisar de ajuda humana. Quando as máquinas executam esses trabalhos, a chance de erros é muito menor, tornando os resultados mais positivos. Entretanto, pode-se contar com a supervisão humana, em que alguém “treina” a máquina, ou usar o deep learning, em que os algoritmos trabalham nas tarefas sem supervisão alguma.

Entre as principais vantagens do uso da Inteligência Artificial e do Machine Learning, está a rapidez no processamento e análise de dados. Dessa forma, há uma otimização e maior precisão, o que auxilia na conversão, segmentação, tomada de decisões e muitos outros benefícios. Intuitivamente, as máquinas fazem serviços que humanos levariam um tempo muito maior para executar.

2. Blockchain

Esse é um termo popular para quem conhece o mundo das criptomoedas. No entanto, o Blockchain ultrapassou essa barreira e agora a tecnologia pode ser aplicada em outros modelos de negócio. No mundo financeiro, esse conceito diz respeito a um enorme registro público das transações feitas com uma moeda digital.

Essa “arquitetura de dados” está se espalhando para outras áreas, sendo possível deixar registros de dados criptografados que garantem mais segurança aos usuários. Todas as informações são registradas e validadas, e é por isso que essa tecnologia tem se tornado tão interessante para outros setores.

Para aprimorar o marketing digital, por exemplo, o Blockchain corresponde a uma forma segura de transação que ajuda a otimizar processos. Desse modo, as intermediações se tornam desnecessárias, podendo até diminuir os preços.

3. RPA

Essa é uma sigla em inglês para Automação de Processos Robóticos ou, para facilitar, a robotização. A transformação digital tem mostrado tecnologias que contribuem para agilizar tarefas repetitivas, como a automação. Contudo, diferentemente dela e do Machine Learning, a robotização analisa dados, mas toma decisões mais precisas, o que melhora a experiência do usuário.

Isso acontece porque o software é programado para a realização de ações como se fossem feitas por humanos, considerando o maior número de detalhes e a segmentação. O RPA é famoso para questões como os chatbots (atendimento on-line feito por robôs), mas também tem diversos outros benefícios.

A robotização permite maior aprofundamento para melhorar o posicionamento da marca e seu relacionamento com o público, traçar estratégias de escalabilidade e muitas outras vantagens. Com ela, há mais agilidade e todas as ações são mais direcionadas, melhorando a performance.

4. Smart Cities

As “cidades inteligentes” são espaços inovadores que contam com soluções tecnológicas transformadoras. Elas têm rotinas mais sustentáveis e usam a tecnologia para aprimorar seu funcionamento, tudo isso utilizando dados reais para otimizar a mobilidade, administração e outras áreas a fim de oferecer uma qualidade de vida mais elevada.

Seus sistemas integrados fazem uso de recursos como o Machine Learning e Internet das Coisas para ter uma ideia do que fazer para solucionar os problemas que surgirem. Com isso, a cidade inteligente encontra as soluções mais adequadas, gerando menos desperdício de recursos e mais sustentabilidade.

As iniciativas que facilitem a vida dos cidadãos nessas cidades com o uso de tecnologia são um jeito de tornar os municípios mais inteligentes. Assim, promover a conexão com o público de uma maneira que melhore a vida urbana e a comunidade de um modo geral são sempre bem-vindas.

5. Privacidade digital

Essa tendência é uma das que mais estarão em alta nos próximos anos. Trata-se de um tema amplamente discutido, principalmente no marketing digital. Durante a navegação e interação com as marcas, dados dos usuários são recolhidos para aperfeiçoar os algoritmos e assim entregar conteúdos mais relevantes.

Ao mesmo tempo em que isso é benéfico para tornar os resultados mais interessantes, a exposição também aumenta. Nesse cenário, a preocupação com dados sigilosos e a privacidade digital tem aumentado.

Isso não significa que não se deve fornecer dados de maneira alguma e evitar a navegação na internet, mas poder escolher quem poderá acessar tais informações a fim de facilitar seu dia a dia. A Lei de Proteção de Dados assegura que as informações dos usuários só poderão ser coletadas pelas empresas mediante permissão.

6. XaaS

Conhecido como “Everything as a Service”, esse é um modelo que usa a computação em nuvem para armazenar dados de forma mais eficiente. Quando se utiliza o XaaS, todo o gerenciamento fica mais fácil, uma vez que diversos setores podem ter acesso aos mesmos dados e informações com maior facilidade.

Por não ter uma estrutura física que necessita de manutenção e outros cuidados, o armazenamento em nuvem tem um custo-benefício mais atraente e é fundamental para empresas que estão em plena transformação digital. Com a ajuda do Cloud Computing, as campanhas são organizadas com mais agilidade, segurança e maior conectividade entre equipes. Há aumento na produtividade, otimização de tempo e até redução de custos.

As tendências de transformação digital continuam se desenvolvendo a todo vapor, sempre com novidades para melhorar ainda mais os produtos e serviços oferecidos pelas marcas. Com essas mudanças, os negócios que não acompanharem esse crescimento ficarão para trás.

Gostou de conhecer mais sobre as tendências para 2020? Então, assine nossa newsletter para receber conteúdos diretamente em sua caixa de entrada!

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *