Descubra o que é metodologia lean e as vantagens para seu negócio

O mundo dos negócios precisa ser constantemente otimizado para se adaptar às novas exigências de mundo e reduzir o desperdício de recursos — como tempo, mão de obra, verba etc. —, tornando a realização das demandas mais objetiva e fluida. Para alcançar esses objetivos, há várias estratégias e metodologias que podem ser aplicadas, como a lean.

Você sabe o que é metodologia lean? Ela consiste no corte de complexidade e até de custos que em nada acrescentam ao processo de desenvolvimento de serviços e produtos. Esse conceito foi desenvolvido nos anos 80 a partir da popularização do livro ‘’A Máquina que Mudou o Mundo’’, de James Womack, em que o autor estudou especialmente a produção de veículos da indústria japonesa Toyota.

A metodologia continua atual e, em 2011, foi expandida para os empreendedores do Vale do Silício e posteriormente para o mundo todo por meio da publicação dos livros ‘’Lean Startup’’ ou ‘’Startup Enxuta’’, de Eric Ries. Continue a leitura e saiba como ela pode ser aplicada para contribuir com o sucesso de seu negócio!

Como a metodologia lean funciona?

Diminuição dos desperdícios

A tradução para o português de lean consiste em ‘’enxuto’’. Isso quer dizer que, conforme mencionado, ela objetiva reduzir os desperdícios de recursos durante o processo produtivo, o que acontece por meio da reflexão sobre a estrutura de seus projetos, como:

  • integração da equipe: todos os responsáveis pelas demandas devem ter uma conexão entre si e uma boa comunicação — mesmo que não haja encontros presenciais. Desse modo, há uma economia significativa de tempo e prevenção de falhas;
  • fluxo de processos: cada um dos profissionais envolvidos deve ser responsável por uma etapa da produção e passá-la adiante quando o delegado para a próxima tarefa conseguir dar continuidade. Isso contribui para a fluidez do processo;
  • superprodução: quando há muitas demandas para uma só pessoa, as chances de a sobrecarga prejudicar o trabalho são altas. Por isso, é preciso delegar tarefas e ter formas de acompanhar o processo. Assim, oferece-se a melhor qualidade possível em cada etapa;
  • superprocessamento: a enorme quantidade de processos é considerada desnecessária e contraproducente ao tornar tudo mais caro e lento. Por isso, é importante criar um mapa de fluxo para avaliar o que pode ser descartado e aumentar a objetividade.

Estabelecimento de um MVP

A metodologia lean inclui o Produto Mínimo Viável, traduzido para o português, que se refere ao lançamento de produtos para os clientes com as condições minimamente necessárias para tal.

Dessa maneira, o MVP consiste em uma versão mais funcional para que o cliente entenda seu conceito. Tudo isso ocorre por meio de um protótipo com funcionalidades mais simples, sem que a qualidade seja menor. Assim, a versão é testada junto do público-alvo, o qual pode oferecer feedbacks para posteriores ajustes. Para isso, é importante se planejar:

  • estabeleça métricas sobre a viabilidade de seu negócio;
  • formule hipóteses sobre o produto e avalie se as respostas são encontradas com facilidade;
  • crie personas — personagens semifictícios inspirados em seus clientes ideais;
  • conheça os concorrentes por meio do investimento em bechmarketing e no mapeamento da concorrência.

Definição de um modelo de negócios

A criação de personas é uma etapa fundamental para o desenvolvimento de produtos e serviços que realmente satisfaçam o consumidor final. A forma mais fácil de fazer isso e otimizar o tempo dedicado no processo produtivo é com a ajuda de um modelo de negócios. Com ele, sua empresa enxerga com mais facilidade aspectos dos clientes, viabilidade financeira, infraestrutura e como criar valor.

Para isso, há as opções de modelos com diagramas visuais, que consistem em templates esquemáticos com divisões para inserir informações fundamentais para fazer o planejamento de forma mais rápida e intuitiva. Dessa maneira, sua empresa desenvolve um plano de negócios sem muitos gastos.

Possibilidade de remodelagens

Os benefícios da metodologia lean ainda incluem a permissão de remodelagens de produtos e serviços, essencialmente graças ao MVP. Desse modo, é possível identificar soluções para os erros que foram cometidos e apontados durante a apresentação das versões de testes e remodelá-los a fim de garantir a maior satisfação do cliente.

Como usar a metodologia lean na gestão de processos?

Leve em consideração a importância de melhoria de processos

Assim como você tomaria inúmeras providências em outros processos, a metodologia lean também precisa que você dê a devida importância. Em outras palavras, é preciso, antes de tudo, definir os objetivos, escolher os membros da equipe responsável pelo projeto e as funções de cada um, o escopo, os recursos exigidos, cronogramas, prazos de entrega etc.

Garanta o apoio das lideranças da corporação

Você já percebeu que, para que o processo produtivo funcione bem, toda a equipe precisa estar alinhada com a metodologia? As lideranças da empresa não podem ficar fora disso, correto? Sem esse apoio, é impossível alcançar os resultados desejados.

Comece com processos simples

Começar pelos processos mais trabalhosos e urgentes não costuma ser muito produtivo. O ideal é partir de pequenos avanços em processos simples para que isso seja cumulativo e se transforme em algo maior.

Defina um espaço físico próprio para realizar as reuniões do projeto

Parte do sucesso com a metodologia lean depende da motivação e engajamento dos colaboradores, o que contribui bastante para tornar a área de reunião mais a cara da empresa e com os objetivos expostos. Isso pode ser alcançado com a ajuda de quadros com diagramas do processo, por exemplo, que atuam como estímulos visuais para que os colaboradores mergulhem nas atividades.

Conseguiu entender o que é metodologia lean e seus impactos positivos para o mundo dos negócios? Há ainda ferramentas como Jidoka e Takt Time que otimizam o procedimento. A primeira refere-se a um termo japonês e serve para detectar condições anormais que podem ocorrer no trabalho. Enquanto isso, Takt Time é um termo alemão que se refere ao ritmo que deve ser completado para suprir uma demanda do consumidor.

Então, gostou de nosso post? Aproveite a visita ao blog e confira como inovar e permitir a cultura de erro e se aprofunde no assunto!

Comente no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *